Um pouco sobre o fim do mundo

Não quero refletir pessoalmente sobre meu ano (nunca mais farei isso), mas 2012, de um modo geral, foi um ano de mudanças.

Todo mundo sabe daquele blá blá blá de fim do mundo, essa coisa mágica que parece que a humanidade não pode sobreviver sem. Eu tenho menos de 25 anos e já passei por bem uns 4 ou 5 “fins do mundo”, incluindo nessa contagem o pavor que foi quando ligaram aquele acelerador de partículas que podia criar um buraco negro, engolir o Universo, etc. Coisa que Dan Brown faria melhor.

O que a gente sabe, depois de tantos “eu sobrevivi a tal fim do mundo”, é que as chances de nada acontecer no dia 21/12 são absolutas. Nada vai implodir, derreter, carbonizar, etc. Mas o caso é que o mundo que nós conhecemos, em 2012, acabou. Não que eu seja grande conhecedora de piadas apocalípticas e coisa do tipo, mas só do que me lembro, dá pra dizer que Corinthians ganhou a Libertadores e perdemos Hebe Camargo e, agora, Oscar Niemeyer. E sei que teve um pouco mais da checklist pro fim do mundo que rolou por aí, eu é que sou desmiolada mesmo.

Dá pra dizer que o brasileiro ficou sem as principais piadas prontas de boteco, de roda de conversa, de qualquer lugar. O mundo não vai, literalmente, acabar, mas calhou que de várias formas já acabou. Coincidentemente, em 2012.

A única pessoa que devia estar apavorada agora é o Sílvio Santos. Pelo menos pelos próximos 24 dias…

Anúncios

Sobre Ana

Aquela que ainda não deu certo nem lá nem cá, mas no meio de tudo ainda faz da internet uma Penseira.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Um pouco sobre o fim do mundo

  1. Luís disse:

    Eu comentei com a gente aqui de casa que Silvio Santos devia ficar esperto até 2012 acabar porque, né. Fiquei contente que o ano passado tenha acabado nos conformes, embora secretamente tivesse ansioso querendo que a terra abrisse e chovesse lava. De toda forma, continue pensando e postando.
    Ps.: apareceu um tal de gravatar.luuuy.nãoseioquê ali embaixo na hora de comentar e tive de parar pra pensar se isso foi algum blog que criei e abandonei na minha longa estrada da vida de blogueiro. Algum dia, vai aparecer um blog num programa de domingo à tarde dizendo que sou seu pai, que não me vê há mil anos, vai haver um reencontro emocionante e vamos ganhar móveis novos! Aguarde e verá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s